terça-feira, 11 de abril de 2006

O foco e a Saudade

Olá deusas divinas do intelecto!
Há muito tempo não escrevo..então estou aqui...bebendo um vinho e esperando a Paulinha ligar..
Não tenho notícias interessantes, nem informações para repassar. Estou aqui para falar em dois tópicos: FOCO E SAUDADE OU SAUDADE E FOCO. O motivo é que hoje me dei conta que preciso de FOCO e que sinto uma imensa SAUDADE.

FOCO preciso ter no mundo acadêmico, eu e as minha idéias de Comunicação de Massa, sobre Amor, sobre Tecnologia (pasmem!!!) tudo junto nesta rica cabecinha habitada por várias minhocas. Esse meu mundo de Sabrinas, Biancas e Júlias se misturam com projetos que precisam dar certo...mas não dão, pq NÃO TEM FOCO!Estou a procura e preciso achar até o final do mês.

SAUDADE é que sinto de nós.....da vida de doutoranda, ou ainda de mestranda, vida bela, cheia de sonhos , alguns se concretizaram, outros não aconteceram e alguns acho que esqueci. Saudade de mim, que reunia todo mundo que tinha fôlego para ir no Prelúdio e ainda depois ir levar a Adri na Zona Sul e no outro dia ler em voz alta o Banquete nas aulas de filosofia....bons tempos. Saudade da Adri que sempre tinha inúmeras idéias, que falava sobre música, que alimentava meus projetos surrealistas. Saudades da Paulinha, mexendo no cabelo, me chAmando de fófis, às vezes falando até brava comigo. Saudades da sandy na carona quando colocávamos o Bowie e cantávámos Changes, como um lema de vida.

Quando gira o mundo (diria Fábio jr) nós mudamos, nos mudamos, e estamos felizes, mas mesmo assim tenho SAUDADES.

O que quero dizer é que vocês são especiais e fico contente de ver como vocês escrevem, pensam e têm ações, por isso, ainda me sinto FELIZ.
ACABEI DE FALAR COM A FOFOLETE...AGORA ESTOU MAIS FELIZ!
BJOS PARA TODAS
PAULA

5 comentários:

Tekhnè disse...

Falando em saudades, aqui em Austin são 11h30 pm e acabei de me dar conta que estou em busca do meu foco há muito tempo. Desde quando tudo comecou, ou continuou na Famecos, pra mim em 2001. Quando conheci a Adri na aula do Francisco M. e encontrei as bonecas Paula e Sandra nos corredores da Famecos. Cheia de perguntas, e enrolando as mechas, vcs me ajudaram muito e tornaram-se pessoas especiais na minha vida. Ainda bem que não só na academica. Sessão total de nostalgia coincide com o post da Fófis de hj. Pois ontem estava vendo pela primeira vez meu cd de fotos do Brasil e, revi vcs na Rede Alcar, ahahah. Aproveitando o periodo de reflexao que deveria ser com foco somente pra tese, fico aqui viajando em varias coisas e, principalmente sobre meu cruzamento da cibercultura e da linguagem do jornalismo online. My God, se JJ soubesse tudo o que se passa na minha mente agora e nas informacoes que preciso processar. Uhuu!!!Well, estou aguardando manifestacao do universo nesta parte decisiva de meu trabalho. Ja que as outras estao em conflito harmonioso umas com as outras. Todas vcs ja passaram por esta fase, eu sei. Por isso que estou desabafando. E dai lembro de nossas saidas noturnas e de nossos projetos e, fico sim muito orgulhosa do que estamos conquistando. Cada uma a seu modo e a seu tempo.Mas com toda alegria e energia do mundo. Nos dedicamos, rimos, choramos e sofremos, um pouco, mas temos umas as outras para nos apoiarmos sempre. With love, Paula Sol (America continua no capitulo Texas).....

Adri Amaral disse...

eh!!!! tb to com saudades de vcs... tenho tanto a desabafar, mas enfim... to com pressa escrevo mais depois

Tekhnè disse...

Essa é a paulinha que eu conheço com a célebre frase: JOGA PRO UNIVERSO!É isso aí tems que nos jogar para Universo, e alguém tem que responder nem que seja nós mesmo.. Bjos para todas.
Adri querida desculpe não ter feito contato, mas a correria está grande.
Paula, por um mundo mais GLITTER!!!

Tekhnè disse...

Ah, que bom ver este blog agitado de novo. Eu tb estou numa fase de novos projetos para o futuro: acadêmico e outras formas do futuro profissional, além do pessoal. Eu tinha esquecido do "jogar para o universo". Que bom ver de volta o texto cheio de reticências da Glitter. Bjs, S*

Adri Amaral disse...

Gurias, tb estou projetando algumas e trapped em outras que insistem em desandar. a vida é dura, mas cheia de momentos emocionantes muito bem colocados pela Glitter. Paula Sol, não se desespere pq é assim msm e não é só o lance da tese, é a vida da gente que fica amalgamada, é um outro local, outra cultura.. enfim.. eu e sandy já passamos por isso. vou escrever um post... bjos