segunda-feira, 10 de abril de 2006

Vidas paralelas ou "you gotta fight for your right to party"

ou, como os encontros inusitados são surreais...

Meu primeiro post aqui no blog das bonecas.
(coloquei alguns links ali meninas)
Minha trilha é o show do careca Moby
que tá passando na TNT. Bem bom!
Contudo, não foi por isso que resolvi escrever.

É que ontem foi uma daquelas noites surreais
que começam despretensiosamente e terminam
de forma surpreendente.
Foi assim, o início era só pra ser uma ceva
ali no JPL Café conosco (eu e o meu gatinho)
e mais um amigo nosso. Acabou às 4h
da madrugada com um bando de doidos
pulando ao som de Chemical Brothers e Ramones.
E tudo isso pq um irlandês cruzou nosso caminho.

Um irish guy mesmo, que tá viajando pelo Brasil
e absorvendo a nossa cultura há 6 meses.
Acreditem se quiser mas o cara é DJ e trabalha numa
loja de vinis em Londres. Daí, que eu lembrei da Sandy,
e lasquei pro cara:
"this is so high fidelity style"
E ele me responde:
"Ah, o nick hornby é um dos nossos clientes!"
Eu ria sozinha.. e ele emendou:
"o que ele descreve no livro é a minha rotina,
trabalho numa loja onde todo mundo é obcecado
por música e o fato do nick ter dado uma entrevista
dizendo que a nossa loja era favorita dele
só aumentou nossas vendas.
Mas nos negamos a vender Britney Spears!"
e o cara ainda falou um pouco de gaélico...morri..rs
Hilário, que figura!

Bom, toda essa noite maluca que acabou
com mais 6 DJs malucos rodando coisas
tão inusitadas quanto The Cure, Edu K,
prodigy, soul music e beastie boys,
fazendo todo mundo se divertir
me suscitou algumas reflexões.

1) ainda bem que existem momentos assim
pra me salvar da caretice e do tédio mortal
que assola o mundinho acadêmico brasileiro...rs

2) quem me dera chutar o balde e ir trabalhar
numa loja de discos em londres :)

3) temos que continuar lutando pelo direito de festear.

4) irish people are so cool!

5) qual será minha vida paralela? essa, surreal
ou a do mundo da pesquisa?

bjos pra todas, estou podre de cansada
pois trabalhei muito hoje e preciso nanar...

4 comentários:

Tekhnè disse...

Ai, que inveja um momento destes! É também por esse tipo de coisa que a gente vive. A última vez que isso aconteceu foi na Noite da Espumante, devidamente relatada em uma mesa de bar da Cidade Baixa. E também envolveu um gringo. É uma sensação de perda do controle tão boa, que tu fica esperando para ver até onde vai. É tão legal viver e lembrar depois. Bjs, S*

Adri Amaral disse...

ah, eu sabia q tu adoraria essa estória do nick hornby...bjos

Adri Amaral disse...

sério, fiquei pasma, o cara conhecia muita coisa de soul music a rock e a eletrônico (e não só de musica, o cara sabia bastante sobre literatura, cinema, etc).. nossa conversa foi muito engraçada, imagina só... o cara conhece nick hornby e vive uma vida alta fidelidade, rs morri de inveja... a, e como td bom anglo-saxão me falou q as maiores influências dele são bowie, rolling stones, morrissey e robert smith. bjoes

Tekhnè disse...

Qualquer semelhança com o gosto musical é mera coincidência.Bj, S*