sexta-feira, 31 de março de 2006

I´m so lucky, lucky, lucky!



Há mais ou menos um mês, comprei You could have it so much better, último cd do Franz Ferdinand. Conheci a banda escocesa em Paris, ouvindo a Oui FM, em 2004. O que eu mais gostei nele é que mantém a marca registrada da banda: o deboche sutil às contingências da fama. Eles continuam fazendo questão de dizer que não estão nem aí para o sucesso em seus moldes tradicionais. O melhor de tudo é que as músicas estão um pouco mais variadas quanto ao ritmo do que em Take me out. Não concordo com o Liam Galagher, vocalista do Oasis, que, em entrevista à Folha On-line, ao meter o pau nas novas bandas britânicas, diz que o Franz Ferdinand faz de conta que toca punk. No meu entender, eles forjaram seu estilo em cima de várias referências e carregam, como meu amigo Régis diz, fortes traços do Supertramp musicalmente. Gosto da maneira como eles (FF) extravasam o sarcasmo britânico: com uma postura non-sense que ironiza uma certa perplexidade. Em termos de música, o resultado de tudo isso é diversão. Só para terminar, a letra de Do you want to? diz mais ou menos assim:

Quando eu acordei esta noite

Eu disse: vou fazer alguém me amar

Agora eu sei que é você

Você é sortuda(o), sortuda(o), você é tão sortuda(o)!

6 comentários:

Tekhnè disse...

Texto bacanérrimo.Adorei, primeiro: a narrativa. Estilo impecável. Segundo, o assunto: música. Terceiro: a banda FF, que gosto muito.E por fim: a letra. Que sensibilidade e ainda que direto!!
Bjs,
Paula

Adri Amaral disse...

Eu gosto do FF (não acho tuuudo, mas dá pro gasto, ainda prefiro o Placebo, o Arcade Fire e o Bloc Party), aliás, vcs tem q ouvir Arcade Fire e Bloc Party - é muiiito bom - mas odeio o Arctic Monkeys, bandinha hype do momento, graças a ser a maior venda de cds via download por internet...rs
outros q detesto são os chatos e mal humorados do Oasis, q malas aquelas. mas teu texto está bem legal. no domingo chego ai, vamos tomar um coffee or something? ah, viste q te citei no meu blog. o livro do casanova sai em maio.

Régis disse...

Sandra, só uma correção: a influência que falei no Franz Ferdinand é de Talking Heads, e não do Supertramp, de quem o Franz acho que não tem nada.
Beijo,
Régis

Tekhnè disse...

Eu sabia que o Régis iria contribuir, por isso acionei ele no Orkut. Sorry, girls, é Talking Heads. Adri, eu amo os chatos do Oasis. Por motivos que acho que tu tb gostaria. Mas isso é assunto para outro post. Eu tb adorei o pouco que vi do Arcade of Fire abrindo para o Strokes (show que fui com a Paulinha) eu gostei muito. Bjs, Sandra

Adri Amaral disse...

ai o Arcade é de chorar, vi eles num pub em Boston.. bem pertinho... lindo lindo... sim, o regis tem razao, o FF tem influencia da pop art e do talking heads. sobre oasis, até imagino pq tu gosta deles...rs mas discutimos depois.. é q eu acho eles muito reprise de beatles.. e eu nao sou muito fã de beatles, sei o quao chocadas tds devem estar agora...rs

Tekhnè disse...

Adri, eu já sabia que tu não gostava dos Beatles, mas achava que tu admirava as entrevistas sem papas na língua do Liam. Eu concordo com quase tudo que ele diz, apesar de ele ser muito arrogante.Bj, S*