segunda-feira, 6 de fevereiro de 2006

Mitos celtas

Pessoal, já tinha postado sobre isso, mas o post sumiu misteriosamente. Sendo assim, vou postar resumidamente sobre o DVD Mitos Celtas que assisti há poucos dias. Achei interessante que muitos monumentos considerados celtas (Newgrange e Stonehenge) são, na verdade, construções pré-históricas, datadas de 3000 a.C e foram apenas utilizados por esses povos para celebrações e rituais em geral, entre 500 a.C. e 600 d.C, época em que essa cultura predominou. O DVD mostra lendas e mitos da Irlanda, Escócia e País de Gales. E o outro ponto interessante é a quantidade de lendas sobre o amor e a paixão geradas nesses lugares, assim como a mulher sendo representada de forma voluntariosa e apaixonada. Alguns especialistas falam de uma necessidade de reprodução desse povo pela região como causa desse fato. Se isso é certo ou não, interessante é notar a forma como essa herança foi renomeada na Grã-Bretanha, sob forma da força que o Romantismo (literatura) conheceu na região e nas canções do pop e do rock britânicos.

3 comentários:

Adri Amaral disse...

uma das coisas que eu acho mais interessante é a posição em relação às mulheres q os celtas tinham. o feminino como sendo algo poderoso. pena q eu não estou aqui com o livro que li que se chama "como os irlandeses salvaram o mundo" pra dar mais uns toques sobre isso. E, ah, concordo contigo Sandra sobre o lance do romantismo ter se baseado em muitos desses mitos e chegado ate o britpop...rs na verdade o imaginário romantico é algo muito amplo e que perpassa diversas tendências, reaparecendo de tempos em tempos. Quem disse isso não fui eu, mas sim Michael Lowy no ótimo livro sobre o movimento romantico. bjos

raquel disse...

Oi!
Os comments nao estavam funcionando! Agora posso falar... eheheh :D
Bj

Tekhnè disse...

Seja bem-vinda, Raquel! Faço as honras da casa já que as outras contributors não tem se manifestado com freqüência. Bj,Sandra